Defensoria Pública de Minas participa de celebração do Dia Internacional contra a Corrupção

Por Assessoria de Comunicação em 7 de dezembro de 2021

O defensor público-geral Gério Patrocínio Soares participou nesta segunda-feira (6/12) da celebração do Dia Internacional contra Corrupção. A solenidade, realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) em parceria com a Ação Integrada da Rede de Controle e Combate à Corrupção (ARCCO – Minas Gerais), abriu o encontro que debateu temas relacionados à prevenção e combate à corrupção.

Foto: Marcelo Sant’Anna/DPMG

Celebrada em mais de cem países, a data oficial de 9 de dezembro marca a promulgação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, assinada em 2003, com o objetivo de discutir medidas de prevenção e punitivas contra o crime.

Na fala de abertura, o presidente do TCE-MG, conselheiro Mauri Torres, destacou o trabalho desenvolvido pela Rede Mineira de Integridade (RMI), que tem alcançado relevantes resultados para o estado, principalmente no que se refere às diretrizes preventivas relacionadas à fiscalização da gestão pública, ao diagnóstico e ao combate à corrupção.

Falou ainda sobre os desafios para fortalecer a capacidade de inovação, experimentação e interação do TCE-MG com os demais órgãos e poderes do Estado de Minas.

Em sua fala, o defensor público-geral de Minas Gerais, Gério Patrocínio Soares, agradeceu aos órgãos que trabalham no controle e buscam integridade na administração pública. “O resultado deste trabalho é visto lá na ponta, na credibilidade e confiança demonstrada pelos cidadãos e cidadãs que buscam o acesso a seus direitos”, ressaltou.

O evento contou também com a presença do governador Romeu Zema, que lembrou ser Minas um dos poucos estados sem nenhum caso de corrupção nas compras bilionárias em decorrência à pandemia de Covid-19.

Compuseram ainda a mesa de honra a procuradora-geral do Ministério Público de Contas, Elke Andrade Soares de Moura; o procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, Jarbas Soares Junior; o procurador-chefe da União no Estado de Minas Gerais, Bráulio Lisboa Lopes; e a coordenadora executiva da ARCCO- Minas Gerais, Simone Reis de Oliveira.

Com informações do TCE-MG.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS