DPMG e vereadora Duda Salabert estudam ações conjuntas voltadas para pessoas com deficiência e questões transgêneras

Por Assessoria de Comunicação em 5 de abril de 2022

Nesta terça-feira (5/4), a Defensoria Pública de Minas Gerais recebeu a vereadora de Belo Horizonte Duda Salabert para uma reunião que teve o objetivo de estudar ações conjuntas voltadas para a questão da transgeneridade, em geral, e da pessoa com deficiência.

Participaram do encontro o defensor público gestor do projeto Inclusão Verde Mundo – Rede em Proteção, Luis Renato Arêas Pinheiro; a defensora pública-auxiliar da Defensoria Pública-Geral, na função de Coordenadora Estadual de Promoção e Defesa dos Direitos das Mulheres, Samantha Vilarinho; o defensor público Paulo César Azevedo, que coordena a Coordenadoria Estratégica em Tutela Coletiva e integra a Câmara de Estudos de Igualdade Étnico-Racial, de Identidade de Gênero e de Diversidade Sexual da DPMG; e as estagiárias de pós-graduação em Direito, Amanda Arrais Carvalho e Daniela Bicalho Godoy.

Defensora, defensores públicos, vereadora e estagiárias avaliam parceria para pauta inclusiva – Foto: Marcelo Sant’Anna/DPMG

Luis Renato Arêas explica que a iniciativa é um desdobramento do projeto Inclusão Verde Mundo – Rede em Proteção, que tem o objetivo de integrar instituições para efetivar direitos das pessoas com deficiência, propondo a participação ativa da Defensoria Pública em dois eixos principais: a educação em direitos e a criação ∕ estruturação e ação da Rede de Proteção da pessoa com deficiência.

“Nos casos em que pessoas com deficiência passam por uma questão de transição de gênero, elas enfrentam uma dupla vulnerabilidade que tem que ser percebida e sanada. E essa situação não é incomum, existindo, inclusive uma interseccionalidade entre autismo e transgeneridade”, considera o defensor público.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS