Defensora pública apresenta trabalho no IV Seminário Internacional de Pesquisa em Políticas Públicas e Desenvolvimento Social

Por Assessoria de Comunicação em 4 de novembro de 2020

A defensora pública Mônica Alves da Costa, em atuação em Ituiutaba, participou como expositora do IV Seminário Internacional de Pesquisa em Políticas Públicas e Desenvolvimento Social- UNESP Franca, eixo Políticas Públicas e Direitos Humanos.

A participação aconteceu no dia 26 de outubro, quando a defensora pública apresentou o trabalho “Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais: Mais que Direito Positivado, Garantia de Direito Implica Intersetorialidade”, elaborado em conjunto com o professor doutor Flander Calixto, da Universidade Federal de Uberlândia-Campus Pontal.

Defensora pública Mônica Alves durante a apresentação

O trabalho trata da importância do “Direito a Ter Pai”, mutirão de reconhecimento de paternidade criado em 2011 pela Defensoria Pública de Minas Gerais. A iniciativa, que é realizada anualmente, teve início em Uberlândia, após os defensores públicos constatarem, em pesquisa informal, que a maioria dos reclusos da comarca não tinha, na época, o nome do pai na certidão de nascimento.

Em 2012, a Defensoria Pública mineira estendeu o projeto para várias unidades da Instituição no estado. Em Ituiutaba, o mutirão foi implantado em 2013 e, desde então, foram realizados mais de 300 exames de DNA gratuitamente. Em todo o estado já foram feitos mais de 8 mil exames desde 2011.

O trabalho apresentado no seminário também abordou pesquisa realizada durante o Mutirão de 2019 pelas extencionistas do curso de Serviço Social, sob a orientação do professor Flander, com as famílias participantes. O objetivo foi o de conhecer a realidade social e implantar novas ações que as beneficiassem.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS