Defensoria Pública de Minas Gerais acompanha situação do fornecimento de água em assentamento na Região do Isidoro

Por Assessoria de Comunicação em 18 de agosto de 2020

A Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG), por meio da Defensoria Especializada em Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais (DPDH), juntamente com a Promotoria de Justiça de Direitos Humanos, acompanhou vistoria da Copasa nos assentamentos informais da Região do Isidoro, localizada em Belo Horizonte, na divisa com o município de Santa Luzia.

Averiguar como estão as soluções, ainda que paliativas, de fornecimento de água no local foi o objetivo da vistoria. Os funcionários da Copasa, que estavam em campo, sugeriram e fizeram algumas intervenções provisórias.

A defensora pública Cleide Nepomuceno acompanhou a vistoria e destaca que a solução definitiva parte de um projeto para o abastecimento regular do assentamento, com soluções também para o saneamento básico, o que, segundo a Copasa, está sendo feito, mas ainda depende de recursos. 

Defensora pública Cleide Nepomuceno (à esquerda) conversa com moradora
Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS