Mais 45 famílias em situação de vulnerabilidade recebem cestas básicas do ‘Caminho para o Recomeço’

Por Assessoria de Comunicação em 29 de setembro de 2020

Projeto social, realizado pela DPMG em Conselheiro Lafaiete, oferece produtos alimentícios e de higiene para famílias vulneráveis. Desde que foi iniciado entregou 188 cestas

Neste mês de setembro, mais 45 famílias de pessoas em cumprimento de pena ou presas provisórias receberam cestas básicas por meio do projeto “Caminho para o Recomeço”, iniciativa da Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) em Conselheiro Lafaiete.

A ação, que tem também a participação da Coordenadoria de Projetos, Convênios e Parcerias (CooProC) da DPMG, auxilia na subsistência de famílias de pessoas encarceradas ou egressas do sistema carcerário em situação de vulnerabilidade financeira.

O projeto tem realizado entregas de cestas todos os meses, desde que a ação começou, em junho.

A servidora fez a entrega para uma das famílias beneficiadas

O objetivo é, com uma entrega a cada mês, prestar apoio a este grupo de cidadãos em vulnerabilidade enquanto perdurar a crise socioeconômica provocada pela pandemia de Covid-19.

No total já foram entregues 188 cestas até o momento.

A defensora pública Isabela Salomão Silva, que está à frente do projeto, explica que está sendo feito um rodízio entre as famílias beneficiadas.

“Observamos que algumas famílias não estão mais com tanta necessidade e, em contrapartida, outros núcleos familiares de pessoas em cumprimento de pena estão passando por necessidades financeiras, conforme informado pelos estabelecimentos prisionais. Dessa forma, essas famílias foram incluídas na lista de beneficiários”, conta a defensora.

De acordo com Isabela Salomão, “o rodízio é estabelecido conforme a circunstância específica de cada família, para que as doações atinjam o maior número de pessoas possível”.

A entrega das cestas deste mês contou com o auxílio do Setor de Transporte da DPMG e da servidora da Unidade da Instituição em Conselheiro Lafaieite, Cassiana.

São parceiros da ação o presídio local e diversas entidades beneficentes do município. Também apoiam o projeto: Movimento Familiar Cristão, Super Cesta Básica de Alimentos, Comunidade Viva Sem Fome e Transforma Brasil.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS