Defensoria Pública se reúne com Instituições de Longa Permanência para Idosos e apresenta projeto de acolhimento

Por Assessoria de Comunicação em 2 de agosto de 2021

A Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) realizou nesta sexta-feira (30/7) reunião com representantes das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIS).

O objetivo principal do encontro foi apresentar o projeto de acolhimento às instituições de longa permanência à pessoa idosa, desenvolvido pela DPMG.

Estiveram presentes o defensor público Estevão Machado de Assis Carvalho, coordenador da Defensoria Especializada da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficiência; a defensora pública Fernanda Cristiane Fernandes Milagres, também em atuação na Especializada; e a coordenadora do setor Psicossocial da DPMG, Luciana Raquel Azevedo Gama.

A apresentação da reunião foi realizada pela defensora pública Neusa Guilhermina Lara, coordenadora da Escola Superior da DPMG, e a abertura foi feita pela pedagoga e coordenadora do Departamento Pastoral do Colégio Santo Agostinho, Maria das Dores Correa de Souza.

O defensor público Estevão Carvalho apresentou o trabalho da DPMG no atendimento e acolhimento da pessoa idosa

Participaram também do evento, que aconteceu no auditório da sede da DPMG, em Belo Horizonte, Rosângela de Araújo Soares, do Lar dos Idosos Nossa Senhora da Saúde da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) e representantes do Conselho Particular Nossa Senhora da Abadia da SSVP.

Virtualmente, estiveram presentes representantes de outras Instituições de longa permanência para idosos.

São elas: Asilo Nossa Senhora da Piedade | Lar da Vovó; Casa Santa Zita; Centro Geriátrico Lar Frei Zacarias; Fundação Oásis | Casa das Vovós; Lar Cristo Rei – SSVP; Lar Clotilde Martins; Lar de Idosas Padre Leopoldo Mertens da SSVP; Lar Dona Paula da SSVP; Lar dos Idosos – Recanto dos Amigos; Lar São José – Associação resgate da Dignidade Humana; Lar Santa Rita de Cássia e o Núcleo Assistencial Caminhos para Jesus.

Evento reuniu representantes das ILPIS

No encontro, o defensor público Estevão Carvalho ressaltou o papel da Defensoria Pública de Minas na área e destacou principalmente a importância do projeto de acolhimento às ILPIS, que devido à pandemia acontece de forma virtual e tem a participação voluntária.

“A ideia do projeto é mapear as principais necessidades das instituições e dos idosos que lá estão e, posteriormente, passarmos a atuar para tentar, de alguma forma, ajudar nessas demandas”, destacou Estevão Carvalho.

A psicóloga Luciana Raquel Azevedo Gama completou a reunião destacando o objetivo do setor Psicossocial da DPMG de humanizar a assistência aos assistidos e realizar acolhimento àqueles que necessitam.

Raquel Azevedo Gama falou sobre o trabalho do setor Psicossocial da DPMG, na humanização do atendimento ao assistido

Ao final do encontro foram esclarecidas dúvidas daqueles que estiveram presentes virtualmente em nome das instituições sobre o projeto e a atuação da DPMG em relação à assistência ao idoso.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS