Instituições públicas informam encerramento da renegociação com as empresas responsáveis pelo rompimento da Barragem de Fundão

Por Assessoria de Comunicação em 8 de setembro de 2022

Por meio de um comunicado conjunto, as instituições públicas que estavam participando da mediação conduzida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para reparação do Rio Doce e das populações atingidas pelo rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana, informam o encerramento das tratativas da renegociação com as empresas responsáveis – Samarco Mineração, Vale. S.A. e BHP Billiton Brasil.

O encerramento das tratativas foi comunicado ao CNJ por meio de ofício conjunto, o qual afirma que a proposta final formulada pelas empresas está em “absoluta dissonância com a premência e a contemporaneidade da imprescindível e efetiva reparação e compensação devidas às pessoas atingidas e à sociedade”.

Assinam os documentos: Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado de Minas Gerais, Ministério Público do Estado do Espírito Santo, Governo do Estado de Minas Gerais, Governo do Estado do Espírito Santo, Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais, Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo e Defensoria Pública da União.

Clique para ler o ofício conjunto ao CNJ.

Clique para ler o comunicado conjunto à imprensa.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS