Morro do Papagaio recebe nova doação de alimentos da Defensoria Pública de Minas

Por Assessoria de Comunicação em 27 de maio de 2020

Moradores do Morro do Papagaio receberam nesta sexta-feira (22/5) alimentos produzidos pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) em mais uma ação de solidariedade de enfrentamento da pandemia de Covid-19 em Belo Horizonte.

Esta iniciativa teve a participação da Defensoria Pública de Minas Gerais, por meio do defensor público Hélio da Gama, que integra a campanha e é coordenador do projeto “Dois contra o mundo”, uma parceria entre a DPMG e as comunidades.

Os alimentos, que compõem a cesta básica, foram entregues aos moradores Beatriz Sousa e Harley Martins, que se encarregarão da distribuição. Esta é a segunda vez que a ação ocorre no Morro do Papagaio.

Em ações anteriores, os alimentos foram entregues aos moradores do Alto Vera Cruz (17/4), Morro do Papagaio (24/4), Morro das Pedras (30/4), Vila Sumaré (8/5), Conjunto Santa Maria (12/5), Pedreira Prado Lopes (15/5) e Ocupação Terra Nossa/Taquaril (22/5), também numa iniciativa da Defensoria.

A pandemia afeta diretamente a população que vive nas comunidades, em situação de vulnerabilidade. Ações deste tipo acontecem em várias partes do país. Desde o início da pandemia, uma rede de solidariedade se formou em apoio aos moradores de comunidades de todo o Brasil, com o lançamento de campanhas de donativos.

Moradores receberam as cestas básicas no Morro do Papagaio

‘Dois contra o mundo’

A Defensoria Pública de Minas também atua junto a essas comunidades. Em recente visita ao Alto Vera Cruz, defensores públicos detalharam algumas ações, entre elas o projeto “Dois contra o mundo”, uma parceria da DPMG com universitários e representantes locais.

O “Dois contra o mundo” tem a participação de estudantes dos cursos de Direito e de Assistência Social, que moram nas localidades, além de representantes de seis aglomerados da capital: Alto Vera Cruz (que engloba o Taquaril nesta ação), Pedreira Prado Lopes, Morro das Pedras, Morro do Papagaio, Sumaré e Conjunto Santa Maria.

O programa está em desenvolvimento e tão logo terminem as medidas restritivas de proteção à saúde em decorrência da pandemia, haverá encontros com todos os parceiros para traçar as primeiras ações.

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS