Defensor público de Minas aborda rede de proteção em palestra no Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos da Infância e Juventude

Por Assessoria de Comunicação em 16 de agosto de 2022

O defensor público Luis Renato Braga Arêas Pinheiro palestrou no VIII Congresso Nacional das Defensoras e Defensores Públicos da Infância e Juventude e II Encontro Multidisciplinar da Defensoria Pública, realizado em Goiânia entre os dias 11 e 12 de agosto.

O evento foi organizado pela Comissão de Promoção e Defesa da Criança e do Adolescente do Conselho Nacional de Defensoras e Defensores Públicos-Gerais (Condege).

No primeiro dia (11/8), o Congresso abordou inclusão e interdisciplinaridade no debate da saúde mental da criança o do adolescente. O defensor público Luis Renato Braga Arêas Pinheiro palestrou sobre educação inclusiva, desenvolvimento integral e os desafios da Defensoria Pública para a garantia dos direitos das crianças e adolescentes com deficiência.

Luis Renato aprofundou o debate sobre a questão prática do dia a dia da defensora e do defensor público, principalmente na criação de redes de proteção. “Nós conversamos, principalmente, sobre a atuação extrajudicial da defensora e do defensor público, em assegurar os direitos em sua plenitude e não apenas o acesso ao Poder Judiciário”, disse.

O defensor público Luis Renato Braga Arêas Pinheiro em sua palestra

Luis Renato Braga Arêas Pinheiro é coordenador-geral da Rede de Proteção da Pessoa com Deficiência das Instituições do Sistema de Justiça e Instituições Públicas do Estado de Minas Gerais, membro da Comissão Especial do Direito das Pessoas com Deficiência da Associação Nacional das Defensoras e dos Defensores Públicos (Anadep) e gestor do projeto “Inclusão Verde Mundo – Rede em Proteção”, da Defensoria Pública de Minas Gerais. Além disso, o defensor também é pai de uma criança que faz parte do espetro autista.

Outras atividades do Congresso também abordaram temas de relevância com a participação de autoridades no assunto. São elas: Desafios da Geração Z – Aumento de Casos Relacionados a Saúde Mental em Crianças e Adolescentes, Afastamento de Criança e Adolescente do Convívio Familiar e Comunitário e Saúde Mental e Direitos Sexuais e Reprodutivos de Crianças e Adolescentes com Transtorno Mental.

Saiba mais em: http://www2.defensoria.go.def.br/noticias/3478

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS