Está disponível no canal da DPMG o primeiro encontro do Módulo II do Curso de Formação Continuada em Gênero e Raça/Etnia

Por Assessoria de Comunicação em 6 de maio de 2022

A Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) já disponibiliza em seu canal no YouTube (c/defensoria) a primeira etapa do segundo módulo do Curso de Formação Continuada em Gênero e Raça/Etnia: Uma Perspectiva Interseccional da Defensoria Pública.

A conversa aconteceu nesta sexta-feira (6/5) e abordou o tema “O papel da Defensoria Pública frente a ideologias discriminatórias que sustentam as estruturas opressoras: qual Defensoria queremos?”.

Participaram como facilitadoras a professora e coordenadora do Ressaber – grupo de estudos em saberes de coloniais da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) -, Flávia Máximo; e a advogada popular, especialista em educação popular, direitos humanos e movimentos sociais, em atuação na Coordenação Metodológica da Associação Estadual de Defesa Ambiental e Social, nos projetos de Assessoria Técnica Independente, Heisa Maria Dias.

A defensora pública Ana Flávia Oliveira Freitas, em atuação na Defensoria Pública Especializada na Defesa dos Direitos das Mulheres em Situação de Violência (Nudem-BH), participou como mediadora.

As participantes debateram a discriminação interseccional relacionando a questão com a violação do princípio de igualdade e com a manutenção de relações históricas de poder. A interseccionalidade é a interação entre diferentes marcadores sociais, como de gênero, raça, classe e sexualidade, que atuam sobre o mesmo sujeito provocando efeitos em sua trajetória de vida.  

Como ressaltou Flávia Máximo, quando se desafia os princípios da desigualdade e da discriminação ligadas à interseccionalidade, há uma resposta violenta da sociedade. Para ela, é muito importante que a Defensoria Pública incorpore a decolonialidade jurídica no Direito, revisando os seus conceitos e métodos. “Talvez a Defensoria que queremos seja uma que necessariamente incorpore o feminismo de colonial”, enfatiza.

Clique aqui e confira a conversa do Curso de Formação Continuada em Gênero e Raça/Etnia. 

O próximo módulo do curso ocorre no dia17 de maio, integrando a programação da Semana da Defensoria Pública, celerada neste ano entre 16 e 20 de maio.

A capacitação é promovida pela Defensoria Pública de Minas Gerais, por meio da Escola Superior (Esdep-MG), e tem o apoio da Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos de Minas Gerais (ADEP-MG).

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS