Conselho Superior da Defensoria Pública empossa 6ª turma de aprovados no VIII Concurso para ingresso na carreira da DPMG

Por Assessoria de Comunicação em 28 de janeiro de 2022

posse1

Em ato solene nesta sexta-feira (28/1), o Conselho Superior da Defensoria Pública de Minas Gerais (CSDPMG) deu posse a três defensoras e um defensor público, aprovados no VIII Concurso de Provas e Títulos para ingresso na carreira da Instituição.

Com a posse, a DPMG passa a contar com a atuação de 675 defensoras e defensores públicos, distribuídos em 110 comarcas do estado.

As defensoras públicas Amanda Alves Buere Serafim, Janine Laís Moratelli e Larissa Vieira Jadjiski e o defensor Bruno Demétrio da Luz Tofanelli são a sexta turma de empossados do certame realizado em 2019 – Fotos: Marcelo Sant’Anna/DPMG

A solenidade foi presidida pelo presidente do CSDPMG e defensor público-geral, Gério Patrocínio Soares, e restrita à participação de convidados, em função da pandemia de Covid-19, com transmissão ao vivo pelo canal da Instituição no Youtube (youtube.com/c/defensoriamineira).

Pelo Conselho Superior, participaram presencialmente o corregedor-geral da DPMG, Galeno Gomes Siqueira, o secretário Felipe Augusto Cardoso Soledade, as conselheiras Andréa Abritta Garzon e Gilmara Andrade dos Santos Maciel e o presidente da Associação das Defensoras e Defensores Públicos de Minas Gerais (ADEP-MG), Fernando Campelo Martelleto.

Acompanharam virtualmente a sessão o subdefensor público-geral Nikolas Stefany Katopodis de Macedo, as conselheiras Liliana Soares Martins Fonseca e Camila Machado Umpierre, e o conselheiro Gustavo Francisco Dayrell de Magalhães Santos.

O compromisso de posse foi lido pela empossanda Amanda Alves Buere Serafim

 Pronunciamentos

Após a leitura do compromisso de posse pela empossanda Amanda Alves Buere Serafim, os integrantes do Conselho Superior saudaram os novos membros da Instituição, ressaltando em seus pronunciamentos os sentimentos de pertencimento, orgulho e vocação.

Defensor público-geral Gério Patrocínio Soares em seu pronunciamento

O defensor público-geral, Gério Patrocínio Soares, aconselhou aos novos colegas leveza e bondade no trato com as assistidas e assistidos. “Pensar em como o sofrimento pode ser solucionado a curto, médio e longo prazo ou pelo menos minimizado naquele momento. Pensem no atendimento, no trato com a assistida e o assistido, pois a Defensoria Pública será, certamente, seu primeiro contato com o sistema de Justiça”, afirmou o defensor-geral.

Conselheira Andréa Abritta

“Não venci todas as vezes que lutei, mas perdi todas as vezes que deixei de lutar”, recitou a conselheira Andréa Abritta no início de sua fala, destacando as batalhas e dificuldades vencidas pelos novos defensores públicos para ingressarem na carreira. Andréa Abritta falou sobre a necessidade de ser forte e de ter coragem para trabalhar na defesa daqueles que não têm voz e que são, muitas vezes, invisíveis para a sociedade.

Conselheira Liliana Fonseca

A conselheira Liliana Fonseca parabenizou as empossandas e o empossando, desejando muito sucesso na carreira, destacando que a posse é o início de um sonho e a concretização de muito trabalho e esforço de cada um.

Presidente da ADEP-MG, Fernando Martelleto

Em analogia à parábola dos grãos de mostarda, o presidente da Adep-MG, Fernando Martelleto, disse que os novos defensores públicos são sementes que estão sendo plantadas na Defensoria Pública, “ e que irão crescer como os demais e servirão de abrigo e alimento para as pessoas que têm fome de justiça”, completou

Discurso

Falando em nome das empossadas e do empossado, a defensora pública Larissa Vieira Jadjiski destacou a importância da data, uma vez que marca o fim de uma trajetória de estudos e o início de um novo ciclo.

A defensora pública Larissa Jadjiski em seu pronunciamento

“Como defensoras e defensores públicos integrantes dessa Instituição que combate o preconceito, a desigualdade e promove a transformação social, esperamos contribuir com a população mineira, honrando nosso juramento e oportunizando o acesso à Justiça a todos aqueles marginalizados dessa nossa sociedade tão desigual”, ressaltou Larissa Jadjiski.

Curso de Formação

Na segunda-feira (31/1), as defensoras e o defensor público empossados iniciam o Curso de Orientação e Preparação das Defensoras e Defensores Públicos aprovados no VIII Concurso, ministrado pela Defensoria Pública, por meio de sua Escola Superior (Esdep-MG). O objetivo é capacitar e dar mais qualidade aos serviços prestados à população.

A programação inclui apresentações da Defensoria Pública-Geral, Corregedoria-Geral, Conselho Superior, superintendências internas e Assessoria Militar da DPMG; além da Associação de Classe e de representantes de instituições externas. Também são abordados temas e aspectos técnicos, como atuação no júri, processos eletrônicos, entre outros, e práticas supervisionadas.

VIII Concurso

Mais de dez mil candidatos concorreram a 30 vagas – inicialmente – para defensora e defensor público de Minas Gerais. O certame foi composto por cinco etapas, sendo a primeira – prova objetiva de múltipla escolha – realizada no dia 26 de maio de 2019 e a última – prova de títulos – concluída em fevereiro de 2020.

Cristiane Silva / Jornalista DPMG

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS