DPMG promove o amor e a cidadania com o Casamento Comunitário na Semana da Defensoria Pública 2022

Por Assessoria de Comunicação em 19 de maio de 2022

O amor está no ar. Nesta quinta-feira (19/5), a Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG) abriu as comemorações do Dia Nacional da Defensoria Pública celebrando o amor e entregando cidadania ao realizar a quinta edição do Casamento Comunitário de Belo Horizonte, com o apoio de diversos parceiros.

O evento faz parte do calendário institucional da DPMG. Desta vez, 169 casais realizaram o sonho de oficializar a união por meio do Casamento Comunitário. Cinquenta e um casais participaram da cerimônia, que aconteceu no Minascentro, no Centro da Capital.

Gratuita, a iniciativa beneficiou casais residentes em Belo Horizonte que não têm condições de pagar as taxas para o casamento no cartório – Fotos: Marcelo Sant’Anna / DPMG

Cerimônia

Sem deixar nada a dever às cerimônias tradicionais, o Casamento Comunitário contou com ornamentação especial, dama de honra e pajem, entrada dos casais no tapete vermelho ao som da marcha nupcial executada pela Banda da Academia Musical Orquestra Show da Polícia Militar de Minas Gerais, troca de alianças e benção ecumênica por um pastor evangélico e um padre.

Outras surpresas aguardavam os noivos: cabine de fotos, sorteio de presentes, maquiagem para as noivas, além de bem-casados, bombons e doces entregues a cada casal ao final da cerimônia.

Tudo isso foi possível graças a uma ampla rede de solidariedade, em que a Defensoria Pública reuniu várias instituições, empresas e profissionais.

Clique aqui para ver histórias de casais participantes.

Efeitos

O casamento é uma comunhão de vida e dele decorrem muito efeitos jurídicos, que podem ser divididos em sociais, pessoais e patrimoniais.

A constituição de uma família é o principal efeito social e o principal efeito pessoal é a comunhão plena de vida, com igualdade de direitos entre homem e mulher.

Outros efeitos são a possibilidade do acréscimo do sobrenome do cônjuge, a fixação do domicílio conjugal e direitos e deveres recíprocos, entre eles, o da fidelidade recíproca, vida em comum no domicílio conjugal, mútua assistência, guarda, sustento e educação dos filhos e respeito e considerações mútuos.

Por fim, os efeitos patrimoniais decorrem da própria comunhão de vida, que se inicia com o casamento e atinge as situações econômicas envolvendo o casal e terceiros. O Código Civil regula os regimes de bens que podem ser adotados pelo casal.

O dispositivo das autoridades foi composto (da esquerda para a direita): pela coordenadora de Projetos, Convênios e Parcerias da DPMG, Michelle Lopes Mascarenhas Glaeser; padre Wagner Douglas Gomes de Souza; vice-presidente da ADEP-MG, Eliane Medeiros, representando o presidente, Fernando Martelleto; defensora pública-geral eleita e nomeada para o biênio 2022-2024, Raquel da Costa Dias; defensor público-geral em exercício, Nikolas Stefany Macedo Katopodis; juiz auxiliar da Corregedoria e superintendente adjunto dos Serviços Notariais e de Registro, Paulo Roberto Maia Alves Ferreira, representando o  corregedor-geral de Justiça do Estado de Minas Gerais, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo; corregedor-geral da DPMG, Galeno Gomes Siqueira; assessor militar junto à Defensoria Pública, ten. cel. PM William de Oliveira Machado; pastor João Eduardo Lima; e pela coordenadora de Família e Sucessões da Capital, defensora pública Dayanne Carla Mazzon Mendes

Pronunciamento

Após cumprimentar aos casais e seus familiares, autoridades, convidadas, convidados, parceiros e parceiras, o defensor público-geral em exercício, Nikolas Stefany Macedo Katopodis, falou sobre a alegria em retomar a celebração do Casamento Comunitário, após dois anos de pandemia. “O que fazemos hoje, na data em que se comemora o Dia Nacional da Defensoria Pública, é entregar a vocês direitos. A Defensoria Pública tem a missão de construir pontes quando a cidadania é afastada por uma burocracia, pela falta de acesso”.

Nikolas Katopodis falou também sobre o amor, sobre a necessidade de manifestar o sentimento para aquele que se ama. “Aproveitem o momento para dizer eu te amo. Não percam nunca a oportunidade de eternizar este sentimento na vida de vocês”.

Defensor público-geral Nikolas Katopodis em seu pronunciamento

Benção ecumênica

O padre Wagner de Souza abençoou os casais, recordando a Primeira Carta do apóstolo João, em que ele diz que Deus é Amor. “O amor entre vocês já começou há mais tempo, aqui, hoje é apenas mais um passo onde começa o amor que já existe entre vocês. Cada casal que se ama é a imagem explícita de amor de Deus. Por isso, vocês devem ser muito fiéis, verdadeiros e autênticos uns com os outros e se entreguem piamente a este amor”.

Padre Wagner Douglas Gomes de Souza, da Paróquia São Domingos, do Bairro Ribeiro de Abreu e Capelão da Pastoral do Surdo

O pastor João Eduardo Lima lembrou a celebração do Dia da Defensoria Pública, ressaltando que o órgão “exerce um chamado de justiça, de integralidade, entregando bem-estar e cidadania à população”. Aos casais, pontuou a importância da presença do amor a Jesus no casamento, “espaço em que podemos ser moldados à imagem e semelhança de Deus”. O pastor abençoou as alianças e os noivos.

Pastor João Eduardo Lima, da Igreja Luzeiro
Troca de alianças

Parceiros

A iniciativa conta com o apoio do Governo do Estado de Minas Gerais, Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Corregedoria-Geral de Justiça; Cartórios de Registros Civil de Belo Horizonte, Associação das Defensoras e dos Defensores Públicos de Minas Gerais, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

Também são parceiros da ação Supermercados BH, Rosália Nazareth Jóias, Copasa, Minascentro, Rsom, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte – Setra-Beagá, Senac, Artfas Cerimonial e Promoções, Madrinhas do Coração, Valentina Maison, Gaby Doces, Bem-Casados da Ju, Ouro Minas Palace Hotel, Ramada Hotel Lourdes, Super Cestas Básicas de Alimentos, Minas Shopping, Andréa Sá Bolos Cenográficos, Mm Efeitos Especiais, V Design, Embalarte, Boca do Forno, Academia Vibefitness, Salão Studio Pura Vaidade, Restaurante Ducarmo Self-Service e Gabriela Martins Estética Facial e Corporal.

Defensoras e defensores públicos, servidores, colaboradores e parceiros acompanhados por um dos casais
O defensor público-geral em exercício, Nikolas Katopodis, e a coordenadora de Família e Sucessões da Capital, Dayanne Carla Mazzon Mendes, fizeram a entrega simbólica da certidão de casamento a um dos casais

Deu na mídia

Jornal Hoje

https://globoplay.globo.com/v/10591040/

Agência Brasil

Após dois anos suspenso, casamento comunitário une 169 casais em Minas

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-05/apos-dois-anos-suspenso-casamento-comunitario-une-169-casais-em-minas

Portal G1

Cerimônia que cabe no bolso: 50 casais participam de casamento comunitário em BH

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2022/05/19/cerimonia-que-cabe-no-bolso-50-casais-participam-de-casamento-comunitario-em-bh.ghtml

Hoje em Dia

Casamento Comunitário em BH celebra união de 51 casais em cerimônia no Minascentro

https://www.hojeemdia.com.br/minas/casamento-comunitario-em-bh-celebra-uni-o-de-51-casais-em-cerimonia-no-minascentro-1.900269

Estado de Minas

Defensoria Pública une 51 casais no Minascentro

https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2022/05/19/interna_gerais,1367600/defensoria-publica-une-51-casais-no-minascentro.shtml

Veja mais fotos dos casais

Compartilhar com:
Tags:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS

Utilizamos cookies neste site para: melhorar a funcionalidade, personalizar a experiência de navegação, analisar o tráfego e para efeitos de marketing e publicidade personalizada. Veja nossa Política de Privacidade.

Cookies estritamente necessários: São aqueles cookies que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Os cookies de estatísticas, ou análises, traduzem as interações dos visitantes em relatórios detalhados de comportamento, de maneira anônima.

Os cookies ajustam o site a serviços de terceiros, como links em redes sociais, comentários, chatbots, etc.

Os cookies ajustam o site a serviços de terceiros, como links em redes sociais, comentários, chatbots, etc.

Os cookies ajustam o site a serviços de terceiros, como links em redes sociais, comentários, chatbots, etc.

A opinião do cidadão é importante para a constante melhoria dos serviços. Para críticas, sugestões ou esclarecer dúvidas, Fale com a Defensoria.